De Zé T. a 11 de Junho de 2013 às 15:04
Entre curiosidade, sede de reconhecimento, ... e o deixar-se influenciar/ corromper vai apenas um passinho.

Esperemos que falem mais alto os princípios da defesa do interesse público, do Estado Social / da social Democracia.

quanto à Falta de Transparência destes ultra poderes mundiais (a título individual, 'think tanks'/academias, fundações, lobbies, ou de empresas multinacionais : financeiras, offshores, militares, energéticas, telecoms,, farmacêuticas, alimentares/sementes, ...) não temos ilusões de que as 'falinhas mansas' nada conseguirão.

Só o aumento da participação cívica e política dos cidadãos poderá romper com este 'status' neo-liberal de máxima exploração dos trabalhadores e cidadãos para benefício de 1% de poderosos sem pátria nem lei que limite os seus abusos e rapina de recursos públicos.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres