1 comentário:
De pertinentes questionamentos. a 18 de Junho de 2013 às 17:27
Erguem-se umas vozes quase rasteiras que aqui e ali se vão levantando mas quase ninguém as ouve. Uns cegos, outros surdos, muitos mais ainda por conveniência dos próprios interesses nos benefícios já conseguidos ou a reboque de esquemas, mais ou menos tardios mas sempre prometidos, farejam por dentro dos aparelhos partidários as suas mesquinhas oportunidades.
A PIDE, a MOCIDADE PORTUGUESA e a LEGIÃO são organismos criados pelo regime salazarista e só desapareceram estruturalmente. O povo português não conseguiu, ainda, varrer dos seus hábitos e cultura tais pigmentos.
Socialmente, enquanto povo e cada um, continuamos agarrados (com estes partidos aumenta) a esquemas feudalistas que em certos casos já envergonhariam o próprio Salazar.
É um excelente texto, uma voz de protesto e de desassossego é pena que fique, mais uma vez, por meia dúzia de leitores e poucos comente tão pertinentes questionamentos.
Erguem-se umas vozes quase rasteiras que aqui e ali se vão levantando mas quase ninguém as ouve. Uns cegos, outros surdos, muitos mais ainda por conveniência dos próprios interesses nos benefícios já conseguidos ou a reboque de esquemas, mais ou menos tardios mas sempre prometidos, farejam por dentro dos aparelhos partidários as suas mesquinhas oportunidades.
A PIDE, a MOCIDADE PORTUGUESA e a LEGIÃO são organismos criados pelo regime salazarista e só desapareceram estruturalmente. O povo português não conseguiu, ainda, varrer dos seus hábitos e cultura tais pigmentos.
Socialmente, enquanto povo e cada um, continuamos agarrados (com estes partidos aumenta) a esquemas feudalistas que em certos casos já envergonhariam o próprio Salazar.
É um excelente texto, uma voz de protesto e de desassossego é pena que fique, mais uma vez, por meia dúzia de leitores e poucos comente tão pertinentes questionamentos.


Comentar post