HORTA DO MONTE (Graça) - III

Horta do Monte: Testemunho de um dos feridos e fotos da destruição

Armand Munoz foi das vítimas da agressão policial que teve lugar esta manhã durante a destruição da Horta do Monte, promovida pela Câmara Municipal de Lisboa. Após ter sido assistido no hospital, necessitando de pontos na cabeça, relatou ao esquerda.net como tudo se passou.

 

Armand Munoz “estava a levar as suas filhas à escola” quando recebeu uma mensagem de telemóvel informando-o de que as máquinas estavam a destruir a Horta. Quando chegou ao local, “por volta das 7h30, as máquinas já tinham destruído a Horta do Monte e estavam talvez cinco pessoas” ligadas ao projeto comunitário no local. Pouco depois chegaram mais pessoas, sendo que, no total, não seriam mais de dez.

Segundo descreveu ao esquerda.net, foram feitas várias tentativas no sentido de solicitar à Polícia Municipal o despacho que autorizava a intervenção, contudo, os agentes policiais negaram o acesso ao documento, argumentando que seria necessário “dirigir um requerimento à Câmara para esse efeito”. “Apenas um polícia municipal se encontrava identificado”, referiu.

“Enquanto me encontrava fora da cerca que foi montada pela Polícia Municipal à volta da Horta, uma amiga começou a tirar fotografias com o telemóvel”, relatou Armand Munoz, avançando que a representante da CML presente no local rapidamente se deslocou para fora do perímetro da cerca, em direção ao passeio, onde se encontravam. Tentando acalmar os ânimos Armand Munoz colocou-se em frente da sua amiga, sendo alvo de um encontrão por parte da representante camarária.

Apesar de constantemente apelar à calma, Armand Munoz acabou por ser vítima de um novo empurrão, por parte de um agente da Polícia Municipal, acabando por bater com a cabeça no chão. A sua amiga levou duas bastonadas. "Todas as agressões tiveram lugar no passeio, fora da cerca montada pela Polícia Municipal", assegurou. [Esquerdanet]

Fotos retiradas do facebook de Cátia Maciel:

  

Fotos de Alex Mogly:

  

  

  

 



Publicado por [FV] às 18:14 de 25.06.13 | link do post | comentar |

6 comentários:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 26 de Junho de 2013 às 08:01
O que estará por de trás desta ação vergonhosa da CML do dito socialista Costa?
O que faz uma câmara destruir um projeto comunitário de uma horta urbana para a substituir por um relvado? Interesses obscuros?
Alguém sabe esclarecer? Terá alguma coisa a ver com uma nova unidade hoteleira de luxo que em breve abrirá um pouco mais abaixo deste local?
Serão coincidências? Em breve haverá eleições autárquicas. Espero que os Lisboetas e sobretudo os moradores da Graça e Mouraria não se esqueçam deste «lindo» serviço!
Grande fotografia de Inês «tiananmen» Clematis, coordenadora do projeto.!


De Será que todos têm um preço? a 28 de Junho de 2013 às 19:08
Ouvi dizer que tudo estava encaminhado para que o projecto fosse salvaguardado e integrado no conjunto hortícola que ali vai ser construído pela própria Câmara.
O que terá feito mudar a vereação (Sá Fernandes e António Costa) ?
Também ouvi dizer que não será estranha a compra por parte do grande grupo Pestana do palacete ali ao lado.
Haverá por ali mãozinha corrupta sobre autarcas socialistas?


De Pagante a 25 de Junho de 2013 às 19:23
Entre esta Polícia, que nós pagamos bem caro, e a PIDE, para aqueles que a conheceram, acho que brevemente vamos ter saudade da PIDE.
Como diz o Adão, agora já nem se escondem.
Como quase tudo o que fazem é pago como extraordinário ( o vencimento é só por serem polícias) provavelmente estas saídas aumentam-lhe o ordenado ao fim do mês.
Aposto dobrado contra singelo em como vão ser os primeiros da Função Pública a beneficiarem da excepção ao aumento de horário.


De São todos iguais a 25 de Junho de 2013 às 18:47
É verdade que a tendência natural do ser humano é resistir às mudanças. É, todavia, mais verdade ainda que os políticos são quase todos iguais quando se encontra no exercício do poder e quando estão na oposição.
Na oposição é tudo falinhas mansas e boas vontades. prometem o que podem e o que sabem não poder cumprir. quando ascendem ao exercício do poder mentem descaradamente e usam da força bruta para atingir os seus intentos e nem se acham no dever de dar explicações a quem os elegeu. É assim nas freguesias, nos municípios, na Assembleia da Republica, no governo e na Presidência.
Não são palhaços não, os palhaços agradecem as palmas que recebem nos espectáculos que dão e até nos fazem rir. Estes deveriam fazer-nos revoltar mas, ... o pagode é manso!


De Maria Luisa das Neves Silva a 25 de Junho de 2013 às 18:22
Destruir é fácil,não terá a CML mais que fazer do que acabar com esta horta?
Os movimentos associativos e de criação não podem ter expressão?
Não estaremos numa confusão de atitudes, veja-se o despropósito das medidas policiais, que tal garantir a segurança das populações e ajudar aqueles que precisam na mobilidade pela cidade.

Porque não passear por Lisboa e gastar energias na reconstrução de espaços da cidade. Podem vir ao Campo Grande e trabalhar, na parte Sul, Tem muito para destruir e construir.


De Adão Santos a 25 de Junho de 2013 às 18:21
Estou ENVERGONHADO E REVOLTADO tomaram conta do pais e qual PIDE qual quê? A PIDE para evitar a revolta "trabalhava" às escondidas, agora tal é a confiança na impunidade que não se escondem de ninguem!! TOMA TUGA... TU GOSTAS...


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO