2 comentários:
De Anónimo a 3 de Julho de 2013 às 11:45
Morreu? Se fosse esse o caso já se tinha feito o «enterro» à muito tempo, pois este é ou foi um governo de mortos...
O problema é que os próximos «coveiros», desculpem queria dizer «governantes» são + do mesmo. Ou seja a classe política que se perfila quer para a continuidade quer para a mudança, é tudo farinha da mesma massa. E os que não são dessa farinha, são farelo da mesma moagem...
Porque infelizmente a classe política/partidária que temos são representativa do pior que temos enquanto povo.
Pior que estes que lá estão será, infelizmente, os próximos que para lá irão. Percebem agora porque já lá cantava o outro: tudo isto é triste, tudo isto existe, tudo isto é fado.


De rico a 2 de Julho de 2013 às 19:18
Agora é que vamos todos virar ricos. Acabou-se a austeridade. Finalmente. Agora vamos poder gastar o que não produzimos.
Só esepro que não nos peçam para pagar, sem primeiro nos emprestarem o dinheiro, senão vai ser uma chatice.
Mas como dizi essa ilustre personagem, ( que tão bem sabe viver á custa do Estado) há mais vida para além do défice.
Vamos então viver


Comentar post