De Parreira a 10 de Agosto de 2013 às 18:32
Lamenta-se tanto a ignorância de quem escreveu este artigo, como de quem o está a citar sem mais...De facto ao contrário do que é afirmado, aos pensionistas militares será ROUBADO 10% da pensão, porque as suas reformas NÃO ESTÃO indexadas ao salário dos trabalhadores no ativo . Já agora convêm lembrar, que aos militares, para além da sujeição a especiais deveres, são subtraídos direitos de cidadania conferidos aos restantes cidadãos (incluindo os funcionários publicos ), nomeadamente: (disponibilidade permanente para o serviço, i.e., mobilidade sem quaisquer restrições, sem direito a horas extraordinárias, e a fazer greve). E, para além disso, são impostas restrições no âmbito mais vasto dos direitos, liberdades e garantias – limitações aos direitos de: liberdade sindical, expressão, reunião, manifestação, petição coletiva , capacidade eleitoral passiva, representação coletiva no foro judicial. E agora estão a ser tratados na reforma como se não tivessem passado por isto tudo...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres