De Mercados de/para Bangsters a 23 de Outubro de 2013 às 10:35
Portugal regressa aos mercados mas os portugueses não
(-por Raquel Varela , 22/10/2013, 5Dias)

Hoje quando ouvi um ministro dizer qualquer coisa como «Portugal vai conseguir, com mais austeridade, regressar aos mercados»
pensei que se «Portugal regressar aos mercados» quem vive do trabalho em Portugal vai deixar de ir ao mercado.

É que Portugal (leia-se a banca) só «regressa aos mercados» se os salários forem transferidos para pagar a dívida – que os bancos contrairam e perante a impossibilidade de a pagarem, perante o calote com que ficaram nas mãos, pediram ao Estado que a assumisse através dos salários e reformas.

Ora, a lógica consequente é que os salários caem, o consumo interno cai e portanto os portugueses que vivem de salários deixam de ir ao mercado comprar peixe, azeite, nozes e figos.
Deixam de ir almoçar ou jantar fora, deixam de fazer férias,
deixam de comprar roupa, medicamentos, deixam de viajar, tudo isto para «Portugal regressar aos mercados».

O Governo não o diz mas o que tem para nos oferecer é isto – Portugal deles só regressa aos mercados se maioria dos portugueses ficar de fora.

--------- m. :

Nesta via, com este desGoverno, os portugueses não vão conseguir regressar a uma vida normal e decente.

Os ditos banqueiros, os grupos económicos e financeiros, esses regressam aos mercados para nos roubar ainda mais indecentemente.

Até quando é que vamos aguentar isto? Quando é que esta «tortura lenta», acaba?
Até quando é que vamos permitir isto?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres