De Dias extra no passa por Greve transp. a 17 de Janeiro de 2014 às 09:51
Deco defende dias extra para passe por causa de greves
(- 16/1/2014, DN, http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=3636029 )

A associação de defesa do consumidor Deco defendeu hoje que as empresas de transportes devem compensar os clientes afetados por greves prolongadas, alargando o período do passe mensal em função do número de dias da paralisação.

O secretário-geral da Deco, Jorge Morgado, sublinhou que o objetivo não é pôr em causa o "inalienável direito à greve", mas sim garantir que os consumidores não são duplamente penalizados com a falta de transporte e a perda do dinheiro que já pagaram pela prestação daquele serviço ao adquirirem um passe de 30 dias.

"Neste tipo de greves o que acontece é que os cidadãos já pagaram antecipadamente o seu transporte mensal", ou seja, já "depositaram na empresa o seu pagamento de transportes o que quer dizer que a gestão da empresa já conta com esse dinheiro antecipadamente", explicou, acrescentando que "a paragem dos transportes, o que faz, é diminuir as despesas da empresa"

Já os consumidores "sofrem duplamente a penalização da greve, porque não tem transporte e porque já pagaram antecipadamente esse direito ao transporte", frisou o responsável da Deco.

"É suficiente como prejuízo não ter acesso ao transporte, por isso, a empresa deveria indemnizar as pessoas que pagaram antecipadamente esse transporte e esse pagamento devia ser restituído dando esses dias de greve" e prolongado o prazo de 30 dias dos passes.

"Se houver dois dias de greve, o passe seria válido por 32 dias", exemplificou Jorge Morgado.
...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres