2 comentários:
De .. a 12 de Novembro de 2013 às 13:34

-----------Soares avisa que país arrisca entrar numa ditadura
[Inês David Bastos , Económico.pt, 12-11-2013]
Ex-chefe de Estado acusa Cavaco de proteger o Governo e avisa que se Presidente não mudar de atitude país resvala para a violência.

-----------Soares. Juntar a esquerda na Aula Magna em defesa da Constituição
Soares chama a esquerda para resistir ao ataque ao Estado social
[Ana Sá Lopes, ionline.pt, 09-11-2013]

-----------Comissão Europeia classifica cortes salariais como permanentes, avisa Teodora Cardoso
Presidente do Conselho de Finanças Públicas repetiu as críticas a uma estratégia orçamental no programa português centrada no curto prazo.
[Sérgio Aníbal, publico.pt, 11-11-2013]

-----------Paul de Grauwe.Portugal não deverá escapar a uma reestruturação de dívida
Para o ecomonista é "quase masoquista" os portugueses "punirem-se a si mesmos" e "é difícil entender como pode o governo magoar a população e sentir-se orgulhoso disso"
[Lusa, 10-11-2013]

-----------Cravinho: "Se a Alemanha não muda, implosão do euro será inevitável"
Ex-ministro João Cravinho alerta, num debate na AR, que o euro só sobrevive se a Alemanha mudar "completamente o seu estilo de liderança"
[Catarina Falcão, ionline.pt, 08-11-2013]

-----------Quer austeridade para sempre ou aceita o risco de sair do euro?
A Europa obriga à austeridade interminável e sair do euro tem riscos. Dilema leninista: que fazer?
[Ana Sá Lopes, ionline.pt, 08-11-2013]

-----------Austeridade não pára. Bruxelas quer cortar mais 1,6 mil milhões em 2015
Ao início a troika prometia um crescimento acumulado de 4,1% de 2012 a 2015. A austeridade matou essa miragem mas vai continuar: mais 5,5 mil milhões até 2015
[Filipe Paiva Cardoso, ionline.pt, 06-11-2013]

-----------Comissão diz que sem novas medidas desvio de 2013 levaria défice português aos 6%
[SIC Noticias, 05-11-2013]

-----------Bruxelas duvida da consistência do crescimento do PIB e do emprego português
A Comissão Europeia duvida também da consistência dos melhoramentos no mercado de trabalho
[Lusa, 05-11-2013]

-----------OIT propõe a Portugal medidas para criar 100 mil postos de trabalho
Redução das taxas de juro, subida do salário mínimo, aumento do rendimento social de inserção e reforço das políticas de promoção do emprego são algumas das propostas.
[ANA FERNANDES , publico.pt, 04-11-2013]

-----------Schulz diz que emprego jovem é a chave para sair da crise
O presidente do Parlamento Europeu abriu esta manhã a conferência internacional que reúne, em Atenas, os países do sul.
[Inês David Bastos , Económico.pt, 04-11-2013]

--------Governo bate recorde em gastos com escritórios de advogados
[João D' Espiney, ionline.pt, 04-11-2013]

--------- Aumenta o nº de Marmitas da crise (com almoço de casa, para poupar) obrigam escolas e serviços a instalar micro-ondas.

--------- Guerra à PNEUMONIA, que tem vindo a aumentar e, por dia em Portugal, causa 81 internamentos e mata 16.


De Mito-falácia das Reformas Estruturais a 12 de Novembro de 2013 às 11:39
Cavaco "está a fechar os olhos à realidade" sobre a dívida

Paul de Grauwe acredita que Portugal não deverá fugir à reestruturação da dívida e "masoquismo" é punir-se com mais austeridade.
Para o economista belga foi criado o "mito" da necessidade de reformas estruturais.

8:58, Domingo, 10 de novembro de 2013


Comentar post