De Port. exangue c. Economia de Guerra a 7 de Janeiro de 2014 às 11:01

Da Economia de Guerra num País Exangue...
(-por Ana Paula Fitas)

Considerando o enquadramento externo nacional e para evidenciar que aí não pode continuar a residir a nossa esperança de sobrevivência como país, escrevi um texto a que chamei "O Precipício Europeu"...
Entretanto, hoje, tive acesso a um extraordinário -porque frontal e contundente artigo, publicado no jornal francês LIBÉRATION... Vale a pena ler, nomeadamente porque, por cá, há muita dificuldade em
enfrentar e reconhecer a realidade e
a comunicação social parece ter como missão dissimular a gravidade dos factos,
colocando-se ao serviço de uma cumplicidade contrária ao interesse público.

O artigo intitula-se "ECONOMIA DE GUERRA EM PORTUGAL" e caracteriza um país explicitamente considerado "EXANGUE":

"(...) Le Portugal est un pays exsangue.
Le chômage officiel, qui approchait les 20%, a diminué ces deux derniers trimestres «à la faveur» d’une baisse de la population active.
Celle-ci est le fruit d’une émigration de masse dont les flux atteignent, voire dépassent, ceux des années 60 qui avaient vu un grand
exode des Portugais, fuyant la misère, la dictature et la guerre coloniale.(...)"

("clicar" sobre a citação para ler na íntegra).
http://www.liberation.fr/monde/2013/12/10/economie-de-guerre-au-portugal_965506

por: Cristina SEMBLANO Economiste, enseigne l’économie portugaise à l’université de Paris–IV Sorbonne 10 décembre 2013 à 17:06


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres