De Teia de interesses, corrupção, ... a 28 de Maio de 2015 às 17:37
Organizações católicas, dizem eles...

«O Hospital de Santa Maria, o maior do
país, está minado por uma teia de interesses
(com 'tachosos' - 'luvosos' interesses e milionárias compras de bens e serviços; máquinas, medicamentos, empresas de trabalho temporário, ... adjudicação de estudos e consultorias)
e lealdades a partidos políticos, à maçonaria e organizações católicas,
conclui um estudo que avaliou a qualidade e funcionamento de seis instituições nacionais.

A análise ao Hospital de Santa Maria (HSM), a cargo de Sónia Pires, salienta que, “apesar das melhorias registadas a partir de 2005″, a unidade hospitalar
“continua atravessada por fortes conflitos de interesse e atos nas zonas cinzentas ou silenciadas que se configuram como corrupção“.

“A Maçonaria, a Opus Dei e a ligação a partidos políticos ainda são três realidades externas que intersetam a esfera do HSM”, refere
o estudo “Valores, qualidade institucional e desenvolvimento em Portugal, encomendado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos (do PD), que vai ser apresentado na quinta-feira.
A investigadora, que se baseou em questionários e entrevistas recolhidos entre 2012 e 2013, traça um retrato negro (tb ajuda a 'deitar abaixo o SNS,... para privatizar...!!)
da instituição onde se entrecruzam os interesses públicos e privados de “grupos poderosos“, nomeadamente na classe médica e na direção de serviços de apoio
que condicionam o funcionamento dos serviços a nível de recursos humanos e aquisição de material clínico.» --[Observador]

Parecer:
O curioso desta notícia é que se diz sem gaguejar "maçonaria" mas na hora de falar em Opus Dei (e IPSS católicas,...) parece existir um manto protector dos senhores da Obra de Deus, senhores que pela terra parecem mais dedicados a "obrar".
Também não deixa de ser curioso que ninguém se lembre da presença da Opus Dei ao mais alto nível do ministério da Saúde.
(- 28/5/2015, http://jumento.blogspot.pt/ )


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres