De Ass.Rep.: Não saudar o Rei nem o Papa. a 23 de Junho de 2014 às 12:55
Ora, é mesmo isto
(por David Crisóstomo

Eu ia escrever sobre este voto mas, tal como já tinha acontecido num outro caso, um dos deputados já resumiu muito bem a minha posição.
Ainda para mais dada a proibição antidemocrática de manifestações públicas pró-República que foi ontem decretada em Madrid.
Parabéns à Isabel Moreira e aos outros 13 deputados do PS que hoje se abstiveram nesta votação: Isabel Santos, João Soares, Paulo Campos, Eduardo Cabrita, Miguel Coelho, Ana Paula Vitorino, Pedro Delgado Alves, João Portugal, Nuno Sá, Catarina Marcelino, Gabriela Canavilhas, Isabel Oneto e Mário Ruivo.

----I.Moreira:
« Abstive-me no voto de saudação à proclamação do novo Rei de Espanha.
A constituição espanhola, que foi referendada, consagra a monarquia. É verdade.
Mas daí não tenho de inferir, como deputada de uma REPÚBLICA, a obrigação de saudar um Rei.
...
Não, não tenho de me levantar no parlamento republicano português saudando o Rei Filipe VI de Espanha. »

----- P.D.Alves:
«Que o Parlamento português não perceba o princípio da laicidade, aprovando um voto de saudação à eleição do Papa é grave.

Que o PS não só tenha votado a favor, como seja proponente do voto é inexplicável.»


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres