CONDECORAÇÕES

condecoracoes.jpg

 Vivemos uma época em que me permito considerar se não deveria haver uma lei em que estas condecorações só deveriam ser atribuídas a título póstumo. E mesmo assim, só passados 25 anos após a morte, ou mais, não vá o "diabo tecê-las"...



Publicado por [FV] às 09:49 de 02.04.16 | link do post | comentar |

3 comentários:
De Sra. Karin Lucas a 8 de Abril de 2017 às 03:26
Good Day, ¿Está cansado de buscar préstamos e hipotecas? ¿Es usted un hombre de negocios o una mujer? ¿Es usted un hombre de negocios o una mujer? ¿Está usted en cualquier lío financiero o necesita fondos para iniciar su propio negocio? ¿Necesita un préstamo para pagar su deuda o pagar sus cuentas o comenzar un buen negocio? ¿Tiene una puntuación de crédito baja? Ofrecemos préstamos que van desde $ 1,000.00 Mínimo hasta 10 Millones Máximo a 2% de tasa de interés por anular. Préstamos para desarrollar negocios una ventaja competitiva / expansión comercial. Somos certificados, confiables, confiables, eficientes, rápidos y dinámicos. Y para cooperar con el financiador de bienes raíces y cualquier tipo de financiación de negocios, damos préstamos a largo plazo de cinco a cincuenta años como máximo. Sólo llene la información del prestatario y contáctenos inmediatamente a través de evansjackloanfirm1101@gmail.com

Tu nombre: _________
Su dirección: ______
Tu país: ______
Monto del préstamo: _______
Años: _______________
Vie: _______________
Duración del préstamo: __________
Ingreso mensual: _________
Número de teléfono móvil: ____

Por favor, estamos esperando por usted.
Sra. Karin Lucas


De Títulos, graus e medalhas... tugas. a 20 de Abril de 2016 às 16:51
...

2. E é igualmente evidente que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não anda a dormir na forma. Se for verdade o que o Diário de Notícias anunciou em matéria de atribuição de medalhas para o Dez de Junho, então só tenho mesmo que me congratular.
Para quem nos últimos anos escreveu o que escreveu ('links para: Por alto, Um acto de Justiça, 40 anos de medalhas, Confrangedor, A propósito de uma condecoração, para só referir os textos mais recentes aqui no Delito de Opinião e num tempo em que já havia Internet),
acabou o bodo indiscriminado a heróis, pobres, marretas e canalhas.
A partir de agora, e até confirmação futura, passa a haver critério na forma e na substância:
só para feitos excepcionais.
Com "p", se não se importarem.


De Exageros nas honras da República... a 20 de Abril de 2016 às 16:25
---- Condecorações

Não sou contra as condecorações.
Acho perfeitamente normal que um Estado queira, através desta forma de nobilitação republicana, prestar preito público a cidadãos
(espero que as cidadãs percebam que a expressão também as inclui...) que se hajam distinguido em determinadas áreas.
Trata-se de um reconhecimento e de um ato de respeito.

Mas sou bastante crítico do modo como a atribuição das condecorações é atualmente feita,
quanto mais não seja por ter sido já testemunha privilegiada de lóbis e de truques,
normalmente por parte de agentes político-partidários, para que certas pessoas (seus amigalhaços) fossem condecoradas.

Entendo que, nesta matéria, é inescapável ter de viver com alguma subjetividade e discricionariedade,
mas, se houver vontade, há formas de as limitar.

Além disso, acho que a quantidade de condecorações que anualmente são entregues é excessiva.
Haveria, por isso, que pôr termo alguns exageros, quer redefinindo critérios (mudando a lei, por exemplo),
quer sendo parco na utilização dos graus (vejo "grã-cruzes" em peitos a quem um mero "oficialato" já seria mais do que adequado),
quer estabelecendo limites quantitativos muito estritos, a serem seguidos como regra fixa pelos Conselhos das Ordens, encarregados da gestão das propostas.

Li hoje que o presidente Rebelo de Sousa terá decidido reduzir as condecorações do Dia de Portugal. Se assim é, aplaudo.

----por Francisco Seixas da Costa, 20/4/2016, http://duas-ou-tres.blogspot.pt/


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO