De M.Soares: Pt é 1 Democracia ? Não! a 16 de Janeiro de 2015 às 17:21
Mário Soares no DN
Extractos do artigo de Mário Soares publicado hoje (13/1/2015) no Diário de Notícias:

«(…) PORTUGAL AINDA É UMA DEMOCRACIA?

Creio bem que não. Uma democracia implica a liberdade do povo, que é quem mais ordena Ora, em Portugal, com o governo existente, protegido pelo atual Presidente da República, o povo é completamente instrumentalizado e não tem, em matéria de obtenção de recursos, qualquer liberdade. Tem pensões cada vez mais baixas, de miséria, que lhe são impostas, e muitos portugueses têm tido que emigrar para fugir ao crescente desemprego e aos salários de miséria.

A verdade é que desde o 25 de Abril de 1974 a ditadura acabou, instaurando-se a democracia social bem como as liberdades que com o atual governo estão cada vez mais em causa. Os três anos e tal do atual governo foram, no plano económico, desastrosos. Mas não só económico, também social, científico e cultural, perdendo-se muito das liberdades democráticas.

A chamada classe média tem vindo a desaparecer. E, na maioria dos casos, os portugueses têm vindo a perder muitos dos seus direitos, económicos, sociais e culturais.

Veja-se o que se passa em matéria de saúde. O Serviço Nacional de Saúde, uma pérola da democracia, esvaziou-se por falta de médicos e enfermeiros. Como se tem visto no atual período de pico da gripe.

A justiça deixou praticamente de existir, com os tribunais a serem encerrados a pretexto de uma nova organização judiciária criada pela senhora ministra. Causando o desaparecimento de processos e deixando que certos juizes possam desprezar na sua ação alguns princípios fundamentais relativos ao segredo de justiça, como toda a gente percebeu com a prisão tão infame do ex-primeiro-ministro José Sócrates.

Em matéria de escolaridade, o ministro Nuno Crato conseguiu destruir imensas escolas e não ter professores suficientes para iniciar o ano letivo, sem esquecer as excelentes universidades que tínhamos e que agora não há dinheiro suficiente para manter, ao contrário do que acontecia no tempo do ilustre professor Mariano Gago.

Não vale a pena citar outros ministérios porque todos só pensam em nada fazer e no dinheiro, sabendo ao mesmo tempo que o atual governo está totalmente paralisado. Vale a pena pensar no que acontecerá a este governo, quando deixar de pagar os juros à troika e tiver de pagar tudo o que lhe deve.

O atual ministro da Economia, sempre tão cheio de graçolas, sem qualquer graça, que responda o que vai fazer. Parece que quer limitar-se à venda a retalho das empresas estratégicas, como a TAP ou, por omissão, o desmantelamento da PT.

O governo está completamente paralisado, como disse antes, mas o otimismo do primeiro-ministro não se altera de discurso para discurso. Até ao discurso final... Entretanto, a coligação não funciona, mas os chefes e os ministros não param de viajar. Pudera...

(…)

(via: http://corporacoes.blogspot.pt/2015/01/mario-soares-no-dn.html )


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres