De Nomeações ... diferentes dos pantominei. a 14 de Dezembro de 2015 às 12:05
Mudança de paradigma

( por josé simões, derTerrorist, 13/12/2015)

Depois de 4 anos de amiguismo e de fidelidades partidárias nas nomeações de "técnicos", "especialistas", senhores doutores, e senhores professores doutores e outros pantomineiros,
onde a competência não era tida nem achada para os cargos a ocupar e as funções a desempenhar,
alguém que não puxa da pistola de cada vez que ouve falar em cultura.

«O historiador José Pacheco Pereira e a antiga ministra da Cultura Isabel Pires de Lima são os nomes escolhidos pelo Ministério da Cultura para a administração da Fundação de Serralves.»


De Cidadão JPP abrupto: a 14 de Dezembro de 2015 às 12:45

Deve ser mais um argumento para o expulsarem (do PSD)

(S.A.Correia, em 14.12.15, Delito de opinião)

13/12/2015, JPP:

"Face ao convite que me foi feito para a Administração de Serralves, devo dizer que só aceitei por ser um lugar não remunerado e sem qualquer prebenda, condição que coloquei ao convidante.
Faço parte igualmente de um Conselho de Patronos do Museu Vieira da Silva / Arpad Szenes, do Conselho Consultivo do Museu do Aljube, e do Conselho-Geral da Universidade do Porto.
Tudo sem qualquer remuneração."

Vê-se pelo silêncio que grassa que ainda devem estar à procura de argumentos para poderem contestar a nomeação. Talvez pelas senhas de presença, se as houver.

Tags: pacheco pereira; serralves
------------

5.12.15 (JPP)

AVISO A TEMPO POR CAUSA DO TEMPO (mas os tempos são o que são ...).


Antes que a comunicação social me torne "propriedade" de qualquer candidatura presidencial,
informo que tenho já prevista a participação em debates e colóquios organizados pelas candidaturas de Sampaio da Nóvoa e Marisa Matias
e tenho falado pessoalmente sobre a questão presidencial com outros candidatos.
Como são conversas privadas ficam privadas.

Faço-o com inteiro à vontade, visto que não me furto a discutir Portugal e os portugueses, na medida das minhas capacidades, e considero que estas eleições têm vários candidatos que as dignificam.

Não é por ecletismo, a que sou avesso, nem por querer pairar acima das opções políticas concretas.
Se entender vir tomar posição pública, tomá-la-ei,
até lá interessa-me mais a discussão e o debate público que terei o gosto de fazer,
para já "ao lado" das candidaturas que me honraram com esse convite.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres