4 comentários:
De !! ? - Put ... drogados e défice PIB a 11 de Junho de 2014 às 09:37
Prostituição e droga no combate ao défice
(por Teresa Ribeiro, em 10.06.14, Delito de opinião)

Genial ! Como é que ainda não se tinha pensado nisso?

Prostituição e drogas vão aumentar riqueza portuguesa entre 1 a 2%
JN.

Drogas ilegais e prostituição movimentam milhões e deverão passar a integrar a economia portuguesa, fazendo aumentar o PIB nacional entre 1% e 2%, segundo cálculos do Eurostat.

Por exemplo, a prostituição no Reino Unido será o somatório de prostitutas de rua declaradas pelas polícias e o número de trabalhadoras de bordel.

Ao INE caberá desvendar a metodologia de cálculo a aplicar em Portugal.

Medida equivalente foi já anunciada em Espanha, Reino Unido, Itália, Estónia, Áustria, Eslovénia, Finlândia, Suécia e Noruega.

Entre outras vantagens, o crescimento do PIB permite "reduzir" os respetivos défices, mantendo-os dentro dos valores definidos pela UE.


De ursos, sapos, ovelhas... e lobos a 11 de Junho de 2014 às 09:29
Ursos
(por Sérgio de Almeida Correia, em 11.06.14, Delito de opinião)


Depois de tudo o que foi dito sobre o Tribunal Constitucional e os seus juízes, e as dificuldades que estes "criaram" ao Governo pelo último chumbo, a ministra das Finanças admite agora poder prescindir do último cheque da troika.

Perante isto, não sendo o primeiro dia de Abril, há poucas conclusões a tirar:

(1) não precisavam do dinheiro e andaram, de novo, a esmifrar os contribuintes sem necessidade;

(2) fizeram uma tempestade num copo de água por causa do TC para ver se criavam uma crise política, radicalizavam os espíritos e obrigavam o PR a convocar eleições;

(3) andaram a gozar com o Zé Povinho.

Em qualquer um dos casos, o que a ministra disse foi muito feio, revelando uma tremenda falta de respeito para com quem lhe paga o ordenado.

Ninguém gosta de fazer figura de urso. Mas foi essa a nossa figura. E, se assim foi, talvez seja altura dos ursos comerem a foca.


De ...Regime decadente... a 11 de Junho de 2014 às 12:43
-------------
Pátria é a minha Língua (galaico-portuguesa), e prefiro mátria e quero fratria...
------
Dia da Pátria e da ex-raça ... dia de Portugal, de Camões e das Comunidades (emigradas e forçados, e os que cá ficam ... coitadinhos, coitados e acoitados...)
-------------
------ O rosnar de um regime decadente
(-por J.Mendes)
...
Feliz Dia de Portugal e pensem duas vezes antes de protestar perto da “elite”.
Eles podem soltar-vos os cães !

----- Dia de Portugal
(10/06/2014 por S.Adamopoulos, Aventar)

O cheiro a sardinhas e à salada de pimentos,
o hino de esplendores todos baços como manchas num espelho demasiado antigo,
a memória recente da bandeira nacional içada ao contrário,
o orgulho reduzido à palavra vazia de povo lá dentro,
e sempre e uma vez mais o anúncio:
os portugueses são os maiores, ou pelo menos são tão bons quanto os outros, aquele complexo identitário anacrónico a cheirar a môfo (misturado com o cheiro a fumo das sardinhas),
medalhas pregadas nos banqueiros e nos super-quadros de feitos multinacionais,
a jangada Portugal de repente toda enfunada em navio de almirantes tenreiros,
navio negreiro para piratas globais,
e lá em baixo os portugueses todos rebentados a dar aos remos, ...

------ A coelha
(10/06/2014 por José Gabriel , Aventar)

No dia de Portugal, além dos discursos protocolares, brilhou, graças ao jornalismo rastejante que nos brinda, geral e entusiasticamente, com este lixo, Teresa Leal Coelho.
Deputada, portadora do oportuno título de “professora de direito” – que foi para isso que foram criadas “universidades” como a Lusíada -, investigadora – como qualquer idiota pode ser – do “instituto de defesa nacional” (desculpem, mas não consigo usar aqui maiúsculas),
titular de cargos vários no PSD e despedida de todas as funções e empregos não protegidos politicamente, botou jornalística entrevista e, mais do que qualquer das individualidades presentes, mereceu a servil atenção da imprensa.

Não se fez rogada, claro. As infames baboseiras que já tinham lamentável existência escrita passaram e entrar-nos pelos olhos e pelos ouvidos. Não temos para onde fugir.
Retenho, sobretudo, a vontade que a senhora tem de que sejam punidos os juízes do Tribunal Constitucional sempre que decidam inconvenientemente (não estou a brincar, a criatura defende mesmo esta e outras).
Em verdade vos digo:
se, naquele tempo, Jeová tivesse enviado aos Egípcios semelhante praga de láparos, o Faraó Ramsés tinha cedido logo à primeira.


De +1 ex-Ministro BES, reforma dourada a 12 de Junho de 2014 às 15:25
«Manuel Pinho negoceia reforma com o grupo Espírito Santo

"Vinte anos depois de ter entrado no grupo BES, o ex-ministro da Economia de José Sócrates, Manuel Pinho, de 60 anos, está a negociar com Ricardo Salgado a sua reforma antecipada.
Em paralelo com a actividade de docente, Manuel Pinho exerce actualmente as funções de vice-presidente da holding BES África, auferindo mensalmente cerca de 50 mileuros,
o que abriu espaço a que possa reclamar cerca de 3,5 milhões de euros de compensações até à idade da reforma (65 anos)."

Temos que ser amiguinhos e os amigos são para as ocasiões.
Digamos que 3,5 milhões de euros de compensação por 5 anos de antecipação da reforma tem tudo para ser uma bela e sã amizade.

Na verdade, a roda livre de impunidade e incumprimento dos mais elementares princípios éticos quando não da lei, produziu nas últimas décadas uma verdadeira família que, à sombra dos aparelhos partidários e através de percursos políticos, se movimentam num tráfego intenso e altamente rentável entre entidades e empresas públicas e entidades privadas.


Esta é a pantanosa pátria nossa amada que, aliás, hoje se comemora."


Comentar post