De Taxas+Negócio p. IPSS e privados a 30 de Junho de 2015 às 12:21
http://derterrorist.blogs.sapo.pt/ 26/6/2015, J.Simões


A ética e a moral deles, da direita, defensora da vida e do direito a nascer, contra o aborto, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém, resume-se a isto:
quanto é que eles-nós-eles-nós vamos ganhar e que agora, neste preciso momento, estamos a deixar de ganhar?
Tudo o resto é conversa para entreter anjinhos, na terra.

A partir deste momento está aberta a porta para que o Estado, via Orçamento do Estado,
contratualize a interrupção voluntária da gravidez com IPSS’s e hospitais privados
e, daqui para a frente, a direita pantomineira e dos interesses nunca mais volta a tocar no assunto, se cale para sempre, como nos casamentos, que é de um casamento que se trata.
Amém também.

«A maioria PSD/CDS-PP entrega esta sexta-feira na Assembleia da República uma proposta para aplicar taxas moderadoras às mulheres que recorram à interrupção voluntária da gravidez.
O valor poderá atingir os 60 euros»


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres