De Não. e depois ? +GU€RRA suja da Troika. a 7 de Julho de 2015 às 11:39
-----A vitória do Não. Consequências.
(J.Guinote, 6/7/2015)

A vitória do Não no referendo de domingo foi um rude golpe nos que dominam a Europa através do controlo das instituições outrora democráticas. Depois de 5 meses de: adiamentos contínuos; e de chantagem sobre um governo legitimamente eleito; de mostrar que a única via para o povo grego era mais empobrecimento, mais sofrimento, mais desemprego, mais miséria; de assistir impávidos e serenos a uma colossal fuga de capitais estimulada pelos sucessivos rumores bufados por Bruxelas; depois de todos e cada um, assumiram uma posição de partido único pró-austeritário no referendo grego, defendendo o voto no Sim e ameaçando os gregos com a expulsão da Europa, como fez Martin Schulz, o inqualificável presidente do Parlamento Europeu; depois de 5 dias em que o BCE estrangulou os bancos gregos retirando-lhes o necessário apoio para poderem efectuar os pagamentos de pensões e salários; depois de 5 dias de sondagens que davam a vitória do Sim como iminente;
os dirigentes europeus reagiram à derrota que lhes foi infligida pelo povo grego como é suposto reagirem os ditadores.
Ameaçando os gregos pelas opções que tomaram livremente, pensando pelas suas próprias cabeças e escolhendo o que acham ser melhor para si e para os seus.
Declarando como nunca tinha sido feito na História da Europa que estavam decepcionados com a decisão dos gregos ou que os gregos tinham cometido um grave erro.

Fizeram-no cuspindo e pisando sobre os valores fundadores da Europa, mostrando que nesta GUERRA que travam contra os povos da Europa, contra a própria ideia de Europa, estão dispostos a descer tão baixo quanto possível, a serem tão anti-democráticos quanto necessário para deixarem claro que eles, os que mandam na Europa, não admitem que quem pense de maneira diferente possa ter a veleidade de querer mudar de caminho, escolher uma alternativa política, seguir uma via reformista e progressita que não a que eles escolheram .

Por isso, nos próximos dias, esta gente sem valores e sem princípios, vai endurecer a parada, estremar todas as chantagens, jogar o tudo por tudo, mobilizar todos os recursos mediáticos ao seu dispor - vejam-se os inenarráveis debates no pós-Não nas televisões portuguesas - para criarem as condições favoráveis à saída da Grécia do Euro e à sua eventual expulsão da União Europeia.
O que estabelecem os Tratados pouco importará para quem já mostrou não olhar a meios para atingir os seus inconfessáveis fins.
Esta gente sem valores que estimula o crescimento da ameaça NAZI por todo o continente europeu.
... É a intransigência da troika, da EU, que vai ditar esse lamentável epílogo para a aventura europeia que se iniciou a meio do século passado.
No próximo dia 20 se saberá se essa saída forçada dos gregos se consuma ou não.
Triste gente esta a quem calhou cavar a sepultura onde ficará sepultado este projecto político.

------(02/07/15, J. Guinote, Vias de facto)
Proposta:
Uma Conferência Europeia sobre as Dívidas Públicas


Da entrevista de Piketti ao Le Monde resultam um conjunto de boas ideias e bem explicadas (*).
Uma das mais tentadoras é a realização de um Conferência Europeia sobre as Dívidas Públicas.
Não apenas a Grega, mas também a Portuguesa, a Irlandesa, a Espanhola, a Italiana, etc.
Objectivo?
Repetir o que se passou em 1945, libertando todos estes países do fardo que representa o pagamento dessa dívida e permitindo às economias crescerem.
Mas, ao mesmo tempo a criação de uma Cãmara Europeia em que os países estivessem representados em função da sua população
e que tivesse a responsabilidade de fazer a gestão da dívida europeia.
Interessante.
-----* http://www.lemonde.fr/festival/video/2015/07/02/thomas-piketty-ceux-qui-cherchent-le-grexit-sont-de-dangereux-apprentis-sorciers_4668064_4415198.html
La Grèce peut-elle rester dans la zone euro ? Doit-on annuler la dette grecque ? Thomas Piketty, économiste et auteur du Capital au XXIe siècle, estime face à Arnaud Leparmentier du Monde que « ceux qui pensent qu’on va réussir à discipliner et stabiliser la zone euro en expulsant un pays sont de dangereux apprentis sorciers ». ...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres