De Bancocracia e centrão d'interesses... a 7 de Novembro de 2014 às 15:19
(por Eduardo Dâmaso: )

O reformado Pinho...
(ex. de bancocracia/ tráfico de influências/ negociatas/ corrupção/ ... ou como os bangsters controlam políticos e desGovernos !! )


Ricardo Salgado tem meio mundo à perna e, como se isso fosse pouco, tem agora o seu ex?-empregado Manuel Pinho a processá-lo por causa de uma mirabolante reforma antecipada de 2 milhões de euros.
Pinho é o exemplo acabado do político que nunca existiria se não tivesse um patrono como Salgado.
É o homem que Salgado meteu como ministro da Economia no governo de Sócrates;
que lhe autorizou a venda da Portugália à TAP por uns 200 milhões;
que o ajudou a travar a OPA da Sonae à PT
e que foi arrumado numa holding do BES sem actividade (verdadeiro repouso-do-guerreiro-depois?-de-servir-no-governo)
a ganhar 39 mil euros por mês.

É também o homem a quem pagámos umas férias de luxo nos EUA através dos milhões que a EDP do dr. Mexia deu à universidade onde o reformado Pinho deu aulas como professor convidado.
E é o inesquecível ex-ministro que se dispôs a fazer de touro numa teatral faena parlamentar com a oposição.

O reformado Pinho junta-se ao político Pinho em mais uma caricatura da nossa tragédia nacional. Somos um País governado por uma elite de Pinhos que só pensa em si própria e que, tratando-se?de?comidinha, comporta?-se sempre como cão que não conhece dono. Pobre Salgado, para que infernos estavas guardado...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres