Segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

PODEMOS!... a 1ª Força Política nas Sondagens em Espanha!

 
Em Espanha, está a tremer o panorama político partidário do "arco da governação", perante o "PODEMOS" que já surge, nas sondagens, como potencial primeira força política, deixando para trás o PSOE e o PP... Imprevisível no tradicional quadro político-partidário europeu (apesar do precedente exemplo do SYRIZA na Grécia), o problema coloca a todos os partidos, povos e cidadãos europeus a questão: Como?... como é que isto é, de facto!, possível?... A resposta é simples: porque, para além de diagnósticos e críticas, o PODEMOS tem propostas e medidas para responder às necessidades das populações e das pessoas e à chamada "crise de financiamento" da vertente social do Estado, apresentando sugestões viáveis para o incentivo ao investimento e à criação de emprego, sem medo de enfrentar banqueiros e grandes empresas a quem exigem um pagamento proporcional ao lucro e ao volume de negócios, com a legitimidade requerida pela responsabilidade social que cabe a TODOS os agentes sociais - sem excepção! PODEMOS!... apesar de, em Portugal (quiçá, demonstração de mais um reflexo da inércia cultural -identitária?!- subjacente às pretensas dificuldades de aprendizagem da matemática das nossas crianças que bloqueiam perante a colocação de problemas ao invés de discernirem soluções -por medo, insegurança, dependência, cobardia e falta de autonomia e autoestima!?!), continuarmos "às voltas sobre nós próprios" a identificar problemas velhos, de há muitas décadas!, recusando dar o passo "em frente", que nos pode libertar da armadilha da ilusão do "fado" ou da "sina", resgatando o passado, recriando o presente e construindo o futuro!    VALE A PENA LER AQUI, no EL PAÍS !  
 porque sim: PODEMOS !
 


Publicado por Xa2 às 13:35 | link do post | comentar

1 comentário:
De Nós tb Podemos ... o país do burro. a 17 de Novembro de 2014 às 16:45
nós também podíamos, pois podíamos

Fui lendo. "Banco de Portugal não vai revelar resultados da auditoria ao BES". Em Agosto nãosabiam, agora sabem e é segredo. Temos o direito a pagar, imensamente dentro das nossas possibilidades, o equivalente a um ano de Serviço Nacional de Saúde, este "acima das nossas possibilidades". Não temos o direito a uma Saúde decente e a saber ao certo que patifarias pagámos no BES. Olha que giro. O regulador a proteger o desregulado. Como escreve José Manuel Pureza num texto de leitura obrigatória, "O problema é que a questão da regulação é, ela própria, uma questão de força do regulador. E um Estado que estende a mão ao dinheiro que circula dá garantias de tudo menos de impor uma regulação forte. É da natureza das coisas."

Continuei a ler. "O director do Serviço de Informações de Segurança (SIS), Horácio Pinto, foi fotografado na companhia de mais dois funcionários deste serviço quando tentavam detectar escutas no gabinete de António Figueiredo, director do Instituto dos Registos e Notariado (IRN), detido na investigação aos vistos gold". Os serviços do SIS confirmam a operação de "limpeza electrónica". Olha que giro. Uma polícia ao serviço de criminosos.

Outra. "Ana Luísa Figueiredo, filha do presidente do Instituto dos Registos e Notariado, é uma das sócias da Golden Vista Europe, uma das empresas investigadas. E foi também sócia do ministro da Administração Interna numa consultora, da qual Marques Mendes ainda é sócio." Olha que giro. Ministros, filhos deste e daquele, comentadores televisivos donos do "pensem assim" e do "pensem assado". Portugal é um negócio de família.

Outra ainda. António Costa: “Aqui há uns anos houve um caso de corrupção na atribuição das cartas de condução e ninguém se lembrou de acabar com as cartas de condução porque havia corrupção na atribuição das cartas de condução.”" É exactamente a mesma coisa. A nossa sociedade só teria a ganhar se toda a gente pudesse circular sem carta de condução e só teria a perder se deixasse de conceder autorização de residência e benefícios fiscais a mafiosos endinheirados. Não fui eu quem sugeriu a troca do "ganhar" e do perder" que atrás se lê. A confusão foi o candidato a próximo Primeiro-Ministro quem a propôs para defender o negócio. Olha que giro. Se trocarmos Passos por Costa, apenas muda a família que explora a grande loja Portugal.

E já chega. “Se nos ameaçam a vida, tiremos-lhes o poder”. Como estão a fazer os gregos, como estão a fazer os espanhóis. O Podemos concluiu este fim-de-semana o processo de discussão e aprovação das propostas de estratégia política e organizativa e de eleição da sua direcção. Pablo Iglesias foi eleito secretário geral com mais de 95 mil votos. Falou Alexis Tsipras, líder do Syriza e apontado como o próximo primeiro-ministro grego. “Já é claro que juntos podemos, na Grécia como em Espanha. Vamos mudar o caminho da Europa e parar a austeridade destrutiva. O medo mudou de lado, já não está no nosso lado. Já não nos perguntam o que vai fazer o Syriza quando a Merkel nos disser que não. Agora perguntam a Merkel o que vai fazer quando a Grécia e a Espanha tiverem governos populares e justos”

E falou Marisa Matias, que também esteve presente. Bloco, Syriza e Podemos sentam-se na mesma bancada no Parlamento Europeu. “Frente aos poderosos, é no Sul da Europa que a luta pela dignidade os está a pôr nervosos. Andam muito nervosos na Grécia, estão todos muito nervosos em Espanha. Que continuem nervosos, têm boas razões para isso. Têm de perceber de uma vez por todas que estamos fartos, que não somos colónias das grandes empresas, dos fundos de investimento ou mesmo da senhora Merkel. Já basta!”, afirmou Marisa Matias no seu discurso. Pois basta. Mas uma coisa é o basta espanhol e o basta grego, outra bem diferente é o basta português. Em Portugal, andam calmíssimos.

Ainda ontem à noite, a propósito da realidade portuguesa e da indiferença de ser o PSD ou o PS que estão no Governo, uma amiga perguntava: "então e o que é que fazemos? Votamos na actriz?" Bem sei que é injusto pessoalizar a implosão do Bloco e que esta não se deve apenas à questão da liderança. Mas que muitos colocam a questão que a minha amiga colocou e que a liderança do Bloco a ignora e aos muitos que viram as costas ...


Comentar post

MARCADORES

administração pública

alternativas

ambiente

análise

austeridade

autarquias

banca

bancocracia

bancos

bangsters

capitalismo

cavaco silva

cidadania

classe média

comunicação social

corrupção

crime

crise

crise?

cultura

democracia

desemprego

desgoverno

desigualdade

direita

direitos

direitos humanos

ditadura

dívida

economia

educação

eleições

empresas

esquerda

estado

estado social

estado-capturado

euro

europa

exploração

fascismo

finança

fisco

globalização

governo

grécia

humor

impostos

interesses obscuros

internacional

jornalismo

justiça

legislação

legislativas

liberdade

lisboa

lobbies

manifestação

manipulação

medo

mercados

mfl

mídia

multinacionais

neoliberal

offshores

oligarquia

orçamento

parlamento

partido socialista

partidos

pobreza

poder

política

politica

políticos

portugal

precariedade

presidente da república

privados

privatização

privatizações

propaganda

ps

psd

público

saúde

segurança

sindicalismo

soberania

sociedade

sócrates

solidariedade

trabalhadores

trabalho

transnacionais

transparência

troika

união europeia

valores

todas as tags

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS