De Década de Psicopatas político-economicis a 14 de Maio de 2015 às 10:56
Uma década

[ Daniel Oliveira lança o livro «A década dos psicopatas», 14 Maio 19h, n'O Bom, O Mau e O Vilão , rua do Alecrim, 21, Lisboa ]

E o contexto é o de uma sociedade desigual nos sacrifícios e nas vantagens,
precária e insegura para a maioria
e garantista e blindada para uma minoria.

O problema que aqui me interessa não é apenas ético, apesar da ética também contar. É social.
É o de uma elite que vive num mundo à parte, com regras à parte, e é por isso incapaz de perceber a vida dos outros.
Poderiam ser ricos e perceber tudo isto. Poderiam ser pobres e não perceber nada disto.

A vida está cheia destas incongruências e não sou dos que acham que alguém que defende a justiça social tem obrigação de levar uma vida espartana e que os pobres têm obrigação de ser socialistas.

Mas julgando, como julgam, que os seus privilégios excecionais resultam do mérito, não podiam deixar de julgar que as banais dificuldades dos outros resultam de desmérito.

Quem vive confortável na injustiça nunca poderá compreender a sua insuportabilidade.
Quem pensa que o privilégio é um direito nunca poderá deixar de pensar que a pobreza é um castigo.

Excerto de uma crónica de Daniel Oliveira - A vida dos outros.
Não sei se está no livro, mas acho que pode estar.
É preciso dizer os nomes e sobretudo identificar as estruturas que também têm nome.
É uma década disto por um dos imprescindíveis da opinião publicada.

(-por João Rodrigues, 13.5.15 , http://ladroesdebicicletas.blogspot.pt/2015/05/uma-decada.html )

---Dias disse...
“Sociedade precária e insegura para a maioria e garantista e blindada para uma minoria.”

“Queriam o quê, os malandros, direitos adquiridos?”

Uma maioria que não pára de crescer, até acabar por ir viver para debaixo da ponte.
(150 mil famílias não conseguem pagar o empréstimo da casa).
Aqui
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=4233560

Mas para a Troika e o governo do Passos isto tem sido todo um “pograma” de sucesso!
(Até serem corridos à paulada.)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres