Ó Brigada música popular e canção de intervenção

Ó Brigada

« Comem-nos vivos em vida /  Mortos a terra nos come /  Como dá tanta comida /  Quem cá passou tanta fome? ».

    Logo que o Homem toma consciência da sua condição, e o exprime esteticamente, está entornado o caldo da exploração do homem pelo homem. Por isso há quem tenha procurado – e insista – destinar a Arte Popular ao recanto do pitoresco, o lugar em que tudo o que é testemunho vivo soçobra. Chegariam então os tais turistas, «avinhados ao ritmo dos ferrinhos e da concertina»; e haviam de chegar os mandantes, orgulhosos dos governados humildes, na atitude, e garridos, no trajar; e chegariam também os entendidos, habilidosos na justificação do paradoxo de um povo empobrecido porém feliz. Lopes-Graça, apoiado no trabalho de Michel Giacometti (e alguns, poucos, mais) viria a baralhar tão conveniente harmonia, definindo a nossa música popular como «a crónica viva e expressiva da vida do povo português – quer dizer: da vida rústica do povo português» (Fernando Lopes-Graça, in A Canção Popular Portuguesa). O fascismo não facilitou a vida à música dos nossos campos. Ciente da sua inadequação no cenário idílico do Estado Novo fascista, Salazar deu a inventar a «política do espírito» em que um povo colorido e coreografado se exibiria em arraiais de FNATes e concursos de folclore. A música do povo português não era bem-vinda nesses certames de construção de uma “tradição popular” fascista, e ainda bem. Cairia o cantar do povo português no esquecimento da História não fora a persistência – a existência! – dos seus naturais cultores, o trabalho de recolha realizado por Michel Giacometti e alguns mais (poucos), e a própria História que, por artes do 25 de Abril, havia de lhe encontrar lugar e urgência no desenho da nossa identidade democrática. Nada mais natural, pois, do que um grupo de jovens ter considerado, faz agora 40 anos, que o seu tempo era «o tempo de, também aqui, no campo da cultura popular, dar um passo em frente, fazendo [a música popular] irromper do marasmo e do esquecimento de cinquenta anos de ditadura cultural» (texto de apresentação de «EitoFora», 1977). Estava, assim, achado o programa de acção da Brigada Victor Jara dois anos depois de, no ambiente dinamizador do MFA, se ter achado o nome do grupo: «o de Brigada, com intenção; o de Victor Jara, com admiração e saudade». Quarenta anos depois, permanecem o propósito e o nome.    ...    Para Ouvir e Ver:

Brigada Victor Jara   ;   No You TubeBrigada Victor Jara  ;   Victor Jara, relato das últimas horas deste cantor revolucionário chileno executado, juntamente com milhares de cidadãos em Setembro 1973, pelos fascistas do ditador Pinochet que derrubou a democracia e assassinou o presidente Salvador Allende.



Publicado por Xa2 às 07:36 de 22.05.15 | link do post | comentar |

Com Todo o Respeito | Jorge Palma


Publicado por [FV] às 13:11 de 05.07.13 | link do post | comentar |

Moustaki - música, cultura e cidadania europeia

Ainda ontem se celebraram os 89 anos de  Aznavour e  Georges Moustaki morreu hoje com 79.  Para nós, ficará sempre esta pérola que nos dedicou:
    
 
+ o sempre, sempre eterno: «Le Métèque» (o estrangeiro) ... e tantas outras.
Era o único sobrevivente destes cinco «monstros sagrados:

 (Ferrat,  Brel, Ferré, Brassens  e Moustaki)



Publicado por Xa2 às 07:55 de 23.05.13 | link do post | comentar | ver comentários (1) |

Música ... para lembrar

 

Victor Jara para celebrar o Dia Internacional da Música (1.Out.)

 



Publicado por Xa2 às 20:10 de 01.10.12 | link do post | comentar | ver comentários (1) |

Partilhar valores

          Os olhos dos camponeses...      e          Contra muros ...

 

   
... cantava Adriano... e porque há vozes que ultrapassam o tempo... partilho...



Publicado por Xa2 às 13:37 de 28.05.12 | link do post | comentar |

bernardo sassetti (1970-2012)
 
«...copiem os meus discos.
Pirateiem a minha música à vontade, mas oiçam-na.
Eu prefiro que o façam, mas que oiçam,
que tentem compreender, gostar, partilhar...»

 



Publicado por [FV] às 16:04 de 11.05.12 | link do post | comentar |

Foi o povo pá... "A Luta é Alegria", vence o Festival da Cancão 2011

Os Homens da Luta vencem o Festival da Canção 2011 com “A Luta é Alegria

Os Homens da Luta irão representar Portugal em Dusseldorf (Alemanha) a 5 de Maio, tendo sido os grandes vencedores da 47ª edição do Festival da Canção, ocorrido no passado sábado, 5 de Março, na RTP.

A letra da canção vencedora, preferida por 28 por cento daqueles que votaram pelo telefone, foi escrita por Falâncio, que anunciou a presença dos Homens da Luta na manifestação da Geração à Rasca, que irá percorrer as ruas de Lisboa no próximo dia 12 de Março.

Não sei se é para rir, mas o povo foi quem mais ordenou, foi o povo pá…

João Carlos Antunes


MARCADORES: ,

Publicado por Gonçalo às 20:44 de 06.03.11 | link do post | comentar | ver comentários (3) |

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO