OS “CoCos” JÁ CHEIRAM MAL, MUITO MAL

Os deputados, na Assembleia da república, e os governantes, no governo de Passo Coelhone, andam às turras por questões de semântica linguística e, nem uns como outros, se preocupam, minimamente, em resolver os reais e verdadeiros problemas que afligem os portugueses que, tão profundamente, afectam a economia do país. Em vez disso vão resolvendo, em lutas intestinas, os diferentes interesses dos vários agrupamentos de que fazem, uns e outros, parte, legislando, aqui e ali, a contento e em prol de tais benefícios.

Chamam-lhe, semanticamente, “CoCos” mas do que, realmente, se trata, na perspectiva dos interesses do povo, são de verdadeiros baldes de merda que se entornam sobre as nossas cabeças, dejectos piores que “cocos” de cão em passeio público, visto que estes ainda se podem limpar, não subindo além dos calcanhares.

Na verdade trata-se do dinheiro dos contribuintes, extorquido ao povo de forma descarada, despudorada e, arrogantemente, esbulhado, tanto por via de pesados impostos como através de aumento de preços em bens essenciais e de primeira necessidade ou retirada de direitos de acesso à saúde, educação e de compensação remuneratória condigna de uma sociedade dita desenvolvida.

Será que, sendo o dinheiro deles mesmos aceitariam entrega-lo, numa qualquer entidade bancaria, sem exigirem exercer controlo sobre a sua respectiva gestão?

Será que sendo o dinheiro deles mesmos e sendo accionistas de 51% do capital social só aceitariam exercer o controlo sobre 1% desse capital?

Pois é, é mesmo isso que, tudo indica, o tão cioso ministro Gaspar e respectivo governo, bastante lestos a cobrar impostos e a cortar nos salários e subsídios dos trabalhadores portugueses, vão acordar com os banqueiros entregando-lhes o dinheiro que eles quiserem para que tais senhores patinhas dele façam o que muito bem entenderem.

Poderão repetir-se “fenómenos” do tipo BPN`s, os portugueses ficam com o “CoCos” nas mãos e por mais que lhes cheira, semanticamente, a merda têm de arcar com os encargos de tão repetitivos roubos, para salvar o sistema financeiro especulador, como já diziam Sócrates, o Pinóquio, Teixeira o contabilista e Constâncio, o zarolho.

Não acham que isto tudo cheira mesmo muito mal, desculpem, chamando os bois pelos nomes, não cheira mesmo a merda?



Publicado por DC às 16:14 de 28.05.12 | link do post | comentar | ver comentários (8) |

12 de Março

Anda o vira na minha terra

A vida já não é minha nem tua

A tróica pôs-nos em pé de guerra

O povo tem de sair à rua

 

Estes políticos são uma desgraça

Da realidade não conhecem peta

Querem que o povo sacrifícios faça

E que toda a gente empobreça

 

Dizem que todos temos de empobrecer

Apesar de muitos já pobres sejam

Por mais que nos faça doer

É preciso é que os credores vejam

 

Empobrecer até morder a língua

A tróica trata-nos da saúde

O governo põe o país à míngua

Se não fizermos com que isto mude

 

Querem vender todo o património

Até a alma portuguesa se vai

Este governo é um grande demónio

Capaz de vender a mãe e até o pai

 

Se o Sócrates já era um desartre

Que nos entregou aos banqueiros

O coelho é ainda pior traste

A vender-nos a pantomineiros

 

Um arraial como este não há

Todos dançamos à bolina

De um lado dança o MPLA

Do outro aparece-nos a China

 

Anda o vira na minha terra

A vida já não é minha nem tua

A tróica pôs-nos em pé de guerra

O povo tem de sair à rua

 

 



Publicado por Zé Pessoa às 10:16 de 07.03.12 | link do post | comentar |

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO