Gentes de valor

Álvaro Cunhal - A um Homem ímpar !


   Não há celebração que possa assinalar, com a dignidade merecida, esse grande Homem que foi Álvaro Cunhal. Foi porém bonita a festa de homenagem a Álvaro Cunhal, hoje no Campo Pequeno.Por lá estiveram muitos dos que ainda acreditam que continua a valer a pena lutar e baixar os braços nos conduzirá inevitavelmente à derrota.
   Ficará para sempre na nossa memória aquele que foi um dos mais ilustres portugueses do século XX. A sua história confunde-se com a nossa História. Pela sua perseverança, coragem, dignidade e lucidez, foi um Homem ímpar antes e depois de Abril.
  Como já aqui escrevi a propósito da magnífica exposição que esteve aberta ao público no Patio da Galé, embora nunca tenha pertencido ao PCP sei distinguir um patriota (Cunhal) de um grupo de homúnculos traidores liderados por Cavaco, Coelho e Durão Barroso.
   Cunhal sabia perfeitamente o que queria para o país e para os portugueses. Mesmo que se discorde do  modelo que defendia, há que louvar a sua pertinácia, a sua verticalidade, a sua postura de Homem íntegro.
  Cunhal nunca quis nada para si. Não enriqueceu à custa dos portugueses. Enriqueceu-se no contacto com os portugueses. E enriqueceu quem com ele aprendeu a defender os seus direitos e a lutar pela sua dignidade.
  Cunhal é irrepetível e, devo confessar, tenho muita pena, porque Portugal precisava de um grupo de bravos, coerentes e despojados da sede de poder, que nos libertasse desta apagada e vil tristeza. Precisávamos de um grupo de Homens que amassem Portugal e por ele estivessem dispostos a lutar, com coragem, coerência e espírito patriótico de Cunhal.
Infelizmente, já não há Homens assim.
 ---------

     Mujica -  Um político acima de qualquer suspeita ...

"- Eu não sou pobre! Pobres são aqueles que acreditam que eu sou pobre. Tenho poucas coisas, é certo, as mínimas, mas apenas para ser rico. Quero ter tempo para... dedicá-lo às coisas que me motivam. Se tivesse muitas coisas, teria que me ocupar de resolvê-las e não poderia fazer o que eu realmente gosto. Essa é a verdadeira liberdade, a austeridade, o consumir pouco (é avesso ao consumismo e a luxos). Vivo em uma pequena casa, para poder dedicar tempo ao que verdadeiramente aprecio. Senão, teria que ter uma empregada e já teria uma interventora dentro de casa. Se eu tivesse muitas coisas, teria que me dedicar a cuidar delas, para que não fossem levadas... Não, com três cômodos (assoalhadas) é suficiente. Passamos a vassoura, eu e a velha, e já se acabou. Então, temos tempo para o que realmente nos entusiasma. Verdadeiramente, não somos pobres!”  - José Mujica - Presidente do Uruguai  (República Oriental do Uruguai)
- Quem é ?   Conhecido como “Pepe” Mujica, o atual Presidente do Uruguai recebe USD$12.500/mês (doze mil e quinhentos dólares mensais) por seu trabalho à frente do país, mas doa 90% de seu salário, ou seja, vive com 1.250 dólares, cerca de R$2.538,00 reais ou ainda 25.824 pesos uruguaios. O restante do dinheiro ele distribui entre pequenas empresas e ONGs que trabalham com habitação.
“- Esse dinheiro me basta e tem que bastar, porque há outros uruguaios que vivem com menos”, diz o presidente Mujica.
    Aos 77 anos, Mujica vive de forma simples, usando as mesmas roupas e desfrutando da companhia dos mesmos amigos de antes de chegar ao poder.
Além de sua casa, seu único patrimônio é um velho Volkswagen, cor celeste, avaliado em pouco mais de mil dólares. Como transporte oficial, usa apenas um Chevrolet Corsa. Sua esposa, a senadora Lucia Topolansky, também doa a maior parte de seus rendimentos.
    A poucos quilômetros de Montevidéu, já saindo do asfalto, avista-se um campo de acelgas. Mais à frente, um carro da polícia e dois guardinhas: o único sinal de que alguém importante vive na região. O morador ilustre é José Alberto Mujica Cordano, conhecido como Pepe Mujica, presidente do Uruguai.
Perguntado sobre quem é esse Pepe Mujica, ele responde: “- Um velho lutador social, da década de 50, com muitas derrotas nas costas, que queria consertar o mundo e que, com o passar dos anos, ficou mais humilde, e agora tenta consertar um pouquinho de alguma coisa”.
    Ainda jovem, Mujica se envolveu no MLN - Movimento de Libertação Nacional e ajudou a organizar os tupamaros, grupo guerrilheiro que lutou contra a ditadura. Foi preso (13 anos) pela ditadura militar e torturado. “- Primeiro, eu ficava feliz se me davam um colchão. Depois, vivi muito tempo em uma salinha estreita, e aprendi a caminhar por ela de ponta a ponta”, lembra o presidente uruguaio. ...

   No bairro Prado, a paisagem é de casarões antigos, da velha aristocracia uruguaia.  É onde está a residência Suarez y Reyes, destinada aos presidentes da República. Esse deveria ser o endereço de Pepe Mujica, mas ele nunca passou sequer uma noite no local. O palácio de arquitetura francesa, de 1908, só é usado em reuniões de trabalho.

Mujica tem horror ao cerimonial e aos privilégios do cargo. Acha que Presidente não tem que ter mais que os outros. “- A casinha de teto de zinco é suficiente”, diz ele. -“Que tipo de intimidade eu teria em casa, com três ou quatro empregadas que andam por aí o tempo todo?  Você acha que isso é vida?”, questiona Mujica.  Gosta de animais, tem vários no sítio. ...  A vida simples não é mera figuração ou tentativa de construir uma imagem, seguindo orientações de um marqueteiro. Não, ela faz parte da própria formação de Mujica.
    No dia 24 de maio de 2012, por ordem de Mujica, uma moradora de rua e seu filho foram instalados na residência presidencial, que ele não ocupa porque mora no sítio. Ela só saiu de lá quando surgiu vaga em uma instituição. Neste início de inverno, a casa e o Palácio Suarez y Reyes, onde só acontecem reuniões de governo, foram disponibilizadas por Mujica para servir de abrigo a quem não tem um teto. Em julho de 2011, decidiu vender a residência de veraneio do governo, em Punta del Este, por 2,7 milhões de dólares. O banco estatal República a comprou e transformará a casa em escritórios e espaço cultural. Quanto ao dinheiro, será inteiramente investido – por ordem de Mujica, claro – na construção de moradias populares, além de financiar uma escola agrária na própria região do balneário.

    O Uruguai ocupa o 36ª posição do ranking de EDUCAÇÃO da Unesco, enquanto o Brasil ocupa a 88ª posição. 

    Já no ranking de DESENVOLVIMENTO HUMANO, o Uruguai ocupa o 48º lugar, enquanto o Brasil ocupa o 84º lugar. 
Mujica é um homem raro, nesses tempos de crise de valores morais e ética, dentre os políticos sul-americanos.

É bom saber que ainda existe um político de verdade, que trabalha em favor do povo, e não de sua conta bancária!



Publicado por Xa2 às 09:39 de 10.11.13 | link do post | comentar | ver comentários (2) |

Política: globalização e consumo vs vida e desenvolvimento sustentável

José "Pepe" Mujica presidente do Uruguai:  um HOMEM

     Que político é este José Mujica (n.: 1935)?   É o presidente do Uruguai (República Oriental do U.).
Realmente não tem aspecto de político moderno, nem gravata nem patuá nem aqueles gestos largos para o eleitorado... E diz coisas tão, tão, como direi... disparatadas como esta "não podemos ser governados pelos mercados, temos de ser nós a governar os mercados". Está-me a parecer que não é um político com aquela estatura a que estamos habituados. Não tem o traquejo nem o "look" dos nossos grandes líderes políticos do momento. Compara-se lá com o nosso Coelho, ou o nosso Relvas ou o nosso Cavaco. Não deve ter tido a tarimba das jotas nem os créditos doutorais da  Lusófona. Penso eu... 
     Depois de ver e ouvir o seu discurso (aqui em baixo) na recente cimeira do Rio+20, fui num instantinho ao Google saber mais alguma coisa sobre este político que... nem parece um político, destes modernos.
     CAMPONÊS - Então não é que o homem - estava-se mesmo a ver - era e continua a ser um camponês, tem umas courelas, pequeninas, nos arredores da capital, Montevideu, onde cultiva e vende flores. É do que tem vivido. Tem um carro carro de 1987 e a mulher outro. Uns chaços.
     PRESIDENTE - Desde que foi eleito presidente lá conseguiu então um belo ordenado 10.000 euros por mês. Mas fica só com 1.000, dá os restantes para obras sociais. Numa entrevista ao Globo desculpou-se dizendo que há muitos cidadãos uruguaios que vivem com menos. E não quiz ir viver para o palácio. Continua a viver na casita dos arredores e não quer, atrás dele, os 20 ou 30 guarda-costas a que tem direito.
     Não estou a ver um político a sério, por exemplo, o nosso Aníbal a viver numa quintinha, com uma horta, em Loures e dar a massaroca que ganha em Belém mais as reformas, para obras sociais. Nem os "mercados" que ele venera, achariam bem!
O despautério é tal que agora, quando chegou o inverno (lá para baixo no Uruguai o inverno é no verão, é tudo ao contrário de cá...) deu ordem para abrigar no palácio, que estava às moscas, os sem abrigo da capital...
     Fui espiolhar mais. O homem foi, afinal, um dos guerrilheiros fundador do movimento revolucionário TUPAMAROS e bravo lutador contra a ditadura. Esta não perdoou e fê-lo passar 13 anos na cadeia até que foi derrubada.
Sempre ativo na política foi eleito deputado e depois eleito senador. Aí enamorou-se e casou-se com uma senadora que vive com ele lá na quintinha, dos arredores de Montevideu. Foi ainda ministro do anterior governo de esquerda e foi eleito PR para o mandato de 2010-15.
     Em suma, a política não é monopólio de corruptos nem de gente que só quer tratar (da sua) vidinha. Há gente séria e honrada e até pessoas, uma espécie de santos (mas guerrilheiros quando é preciso!) como José "Pepe" Mujica que daqui, humildemente, saúdo.
Eis o seu currículo no site da Presidência do Uruguai  ou um artigo no ABC, um jornal de direita, aqui de Espanha, que titula José Mujica, o presidente do governo «mais pobre» do mundo.  
     Importante ver seu discurso (sobre desenvolvimento sustentável, mercados, consumo, ... POLÍTICA ):


Publicado por Xa2 às 07:56 de 03.09.12 | link do post | comentar | ver comentários (4) |

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO