De Trabalho e civilização a 18 de Janeiro de 2016 às 14:55

Menos pode ser mais

(15 Jan 2016 Gabriel Leite Mota, Económico)

A questão do número de horas de trabalho semanais não é, essencialmente, um problema sindical, mas antes uma questão civilizacional.

Importante é saber se queremos evoluir para uma sociedade com um cada vez melhor equilíbrio entre trabalho e lazer ou não.

O governo anterior acreditava que aumentar as horas de trabalho era bom para Portugal.

O actual Governo não vê nesse aumento a solução para os nossos problemas e, por isso, quer fazer a reposição das 35 horas de trabalho na Função Pública.

A questão do ‘timing’ não me parece muito relevante.

Relevante seria inovar e instituir as 35 horas semanais também para o sector privado: Portugal é dos países europeus que mais horas trabalha por semana e isso em nada contribui para que sejamos competitivos.

É a aposta na criatividade, na diferenciação e na criação de valor que aumentará a nossa produtividade e competitividade. E isso é mais fácil com menos horas de trabalho, mas mais bem geridas e mais inteligentemente executadas.

É esse o caminho do sucesso, é esse o caminho da felicidade.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres